Montadores conquistam benefícios na Guaibim

A empresa já está fornecendo equipamentos de proteção individual (EPI – bota, luvas, protetor solar), fardamento e crachás. Aumentou as comissões, que passaram de 0,75% para 1% (aumento de 33%), e o vale transporte, que passou de R$ 250 para R$ 300 (de janeiro a outubro) e R$ 350 nos meses de novembro e dezembro, quando cresce a demanda.

Mas nossa luta não para por aí. Há muito trabalho pela frente para corrigir outros problemas. Estes profissionais trabalham além da jornada todos os dias e não recebem horas extras; não tem direito a horário de almoço e a rede não paga auxílio periculosidade. Além disso, há casos em que é necessário 2 profissionais para montar determinados móveis e a empresa manda apenas 1 para a casa do cliente.

A luta continua!

 

Assembleia realizada na sede da categoria com a diretoria do Sindicato.
Assembleia realizada na sede da categoria com a diretoria do Sindicato.
Compartilhe:

Deixe seu recado

Deixe seu recado