Nota da UNA LGBT sobre o massacre em Orlando

A UNIÃO NACIONAL LGBT (UNA LGBT) se solidariza com os /as familiares dos/as mortos/as e feridos/as no atentado contra a boate Pulse, em Orlando, Flórida, nos EUA, repudiando quaisquer ações de LGBTfobia, violência e intolerância. Segundo os dados divulgados “ao menos 50 pessoas morreram e outras 53 ficaram feridas no ataque à boate”, sendo o maior massacre dos EUA desde o Atentado ás Torres Gêmeas de 11 de setembro de 2001. A UNA LGBT reitera seu posicionamento na luta contra todas as formas de violência no Brasil e no mundo, se posiciona em defesa dos direitos humanos em geral e especialmente nos da população LGBT. A boate Pulse era conhecida por promover eventos pela defesa dos direitos das LGBT e de educação e prevenção de DSTs.

Compartilhe:

Deixe seu recado