Por 61 a 14, texto básico da PEC 55 é aprovado pelo Senado; destaques seguem em votação

A intensa mobilização de mais de 10 mil pessoas, ocorrida hoje (29), na Esplanada dos Ministérios e em frente ao Congresso Nacional, não sensibilizou os senadores a barrarem a proposta de Temer que ameaça direitos e precariza os serviços oferecidos à população. Os manifestantes sofreram forte repressão por parte da Polícia Militar, que lançou bombas de gás lacrimogênio e spray de pimenta contra os participantes do ato, dispersando o movimento.

Segundo o presidente da CTB, Adilson Araújo, “é lamentável que esse Congresso, o mais venal da história do País, esteja a legislar contra a democracia, contra o Estado Democrático e queira por fim a direitos sagrados conquistados pela nossa tão sofrida classe trabalhadora. Eles querem promover um profundo retrocesso e assim descontruir a nação brasileira. É necessário que a sociedade, junto com as organizações sindicais e movimentos sociais, dê a sua demonstração de força contra a PEC 55. Vamos seguir à luta, com resistência a todo custo”, declarou.

Fonte: De Brasília, Ruth de Souza – Portal CTB

Foto: Agência Senado

Compartilhe:

Deixe seu recado