Rodeirada vence o 12º Campeonato Soçaite

No 3º colocado se classificou Turma do Léo, e Mercantil Rodrigues ficou com a 4ª posição, numa partida que teve o placar de 8X2. “Nossa expectativa era vencer, porque jogamos unidos e bem definidos. Ano passado ficamos com o 2º lugar e esse ano entramos com o intuito de vencer. Em 2012 vamos em busca do bicampeonato”, destacou Dorivaldo Brito, da Rodeirada. “Alguém tinha que vencer e eles estão de parabéns. Jogamos bem e dificultamos o trabalho deles, mas precisamos melhorar para ano que vem estar aqui de novo”, pontuou André Luis, da equipe MBorges.

Números

Mais uma vez o Campenato surpreendeu em termos de números. Iniciado em maio, foram 52 equipes, 242 jogos e 1215 gols. De acordo com o secretário de esportes do Sindicato, Evangivaldo Ferreira, em 2012 haverá novas atividades. ” Já iniciamos as discussões para o próximo ano. Nossa proposta é iniciar os jogos em janeiro ou fevereiro, para que tenhamos um número maior de atividades, inclusive com eventos esportivos femininos”.

Goleiro menos vazado e artilheiro

A equipe Rodeirada teve mais conquistas a comemorar. Seu goleiro foi o menos vazado, levou apenas 11 gols em todo o campeonato. “Na verdade houve um trabalho em equipe, se não fosse a equipe não teríamos esse resultado”, disse Marcelo Silva, goleiro. Dela saiu também o artilheiro do ano, que realizou 21 gols e comemorou o segundo ano do título. “Ano passado fiz 19 gols e este ano 21. Próximo ano vou jogar para melhorar mais ainda estes números”, afirmou Ailton Feliciano Filho, artilheiro.

Conscientização e lazer

O objetivo da Secretaria de Esportes é promover atividade física com integração e consciência política do trabalhador, como pontuaram os secretários de esportes Evilásio Santos e João Brandão. “Nosso Campeonato não é só para jogar bola. Aqui também discutimos os problemas vividos pelos trabalhadores no ambiente de trabalho, com o objetivo de informar e conscientizar o comerciário para que ele possa reivindicar melhor seus direitos”, afirmou Evilásio. “O Sindicato promove atividades de lazer para a categoria por entender a necessidade dos trabalhadores, que tem uma carga horária extensa, de domingo a domingo, e precisa de integração”, concluiu João.

Compartilhe:

Deixe seu recado