Rodoviários rejeitam proposta e aprovam estado de greve em Salvador

De acordo com o Sindicato dos Rodoviários da Bahia, essa é a resposta da categoria à posição de intransigência do patronato, que teria recusado a debater a pauta de reivindicação dos trabalhadores nas seis rodadas de negociação.

Na próxima semana, os representantes da categoria vão se reunir em nova assembleia para definir se paralisam ou não as atividades. A informação foi confirmada pelo diretor do Sindicato dos Rodoviários, Daniel Mota.

Ainda de acordo com a categoria, nenhuma contraproposta foi apresentada em 42 dias de campanha salarial. Foi apresentada na mesa de negociação uma contra pauta considerada lesiva aos trabalhadores, que retira direitos e ainda transfere a data base da categoria para novembro, sem retroativo, de acordo com o Sindicato.

“A contra pauta não apenas foi rejeitada como causou indignação e alavancou a proposta de estado de greve. Os trabalhadores não vão aceitar retrocessos com supressão de direitos nem mudança da data base”, afirma o órgão.

Fonte: FEC Bahia

Compartilhe:

Deixe seu recado