Salamaleico é bicampeão do campeonato de futebol society dos comerciários

O departamento de esporte, que é coordenado pelos diretores Evangivaldo Ferreira (Hellmans) e Valdinar Peres, comemora a realização do maior campeonato já realizado pela entidade.

“Esse foi o maior e mais organizado campeonato que realizamos. Além do número expressivo de equipes participantes de comerciários de todos os setores (lojistas e supermercados), estamos realizando essa grande festa na final do campeonato, contando com arbitragem da Federação Baiana. Essa festa faz parte da comemoração do Dia do Comerciário, pois a categoria merece não só bons salários, como também o direito ao lazer e ao esporte”, disse Hellmans.

Valdinar afirma que esse campeonato é mais um passo para que o Sindicato avance, ainda mais, na busca de organizar a categoria para a luta cotidiana da entidade, mas também proporcionar a integração. “No ano que vem, pretendemos realizar o campeonato na sede própria do Sindicato. Será mais um avanço para os comerciários”, afirmou.

A abertura da final do campeonato foi com o amistoso entre as equipes femininas: Avassaladoras e Abeati. Em seguida, disputaram o 3° e 4° lugar, as equipes Stocki City x Dínamo. O placar foi de 3×3 e o Dínamo venceu nos pênaltis. Ari, do Dínamo, também faturou o troféu de artilheiro do campeonato, com 24 gols.

Campeão e vice, Salamaleico x Turma do Wal, tiveram uma disputa acirrada, com pênalti desperdiçado pela Turma do Wal e dois gols da Salamaleico. Wenderson, coordenador da equipe saudou o campeonato e disse que o Sindicato está de parabéns por ser uma entidade que não abre mão da luta pelos direitos dos trabalhadores, mas também faz a luta pela qualidade de vida, através do esporte.

Wenderson também desafiou as equipes que pretendem participar do campeonato no próximo ano: “No ano passado fomos campeões. Esse ano viemos garantir o bicampeonato e, em 2016, já estamos na busca do tri. Esse é o nosso objetivo”, afirmou o jogador.

O Presidente do Sindicato dos Comerciários, Jaelson Dourado e o presidente da Federação dos Empregados no Comércio da Bahia (FEC), Reginaldo Oliveira, também participaram do evento e, no ato da premiação, fizeram questão de reafirmar o compromisso da entidade com o campeonato e a necessidade de ampliar os eventos esportivos, sem esquecer de mencionar o momento atual.

Jaelson afirmou que no momento que a categoria comemora o dia do comerciário, é preciso refletir sobre as ameaças que sofre a democracia brasileira. “A existência de um sindicalismo que faz luta e que pode realizar eventos como esse, é fruto da luta de milhares de brasileiros que garantiram a democracia. Por isso, defende-la, para que não tenhamos que, novamente, nos esconder para lutar por nossos direitos, é dever de todos nós”, afirmou o dirigente.

Reginaldo Oliveira, presidente da FEC, disse que o Sindicato dos Comerciários está avançando, cada vez mais. “Já são 16 edições do campeonato. A cada ano o Sindicato dá mais um passo, no sentido de buscar o melhor para os comerciários. No ano que vem, nossa luta é para conquistar a realização do campeonato num espaço próprio da categoria. O Sindicato já comprou o terreno com 80 mil m². Vamos construí a infraestrutura e dar para a categoria o que ela merece”, disse Oliveira.

A festa da final do campeonato teve, ainda, roda de capoeira com o Mestre André e muita música com a Banda Giovana.

Por Sônia Corrêa – Ascom Sindicom

Compartilhe:

Deixe seu recado