Salvador entra em contagem regressiva para a Copa e comemora obras

Com um discurso de união e parceria, autoridades estaduais e municipais, além de entidades culturais, celebraram hoje em Salvador, no Dique do Tororó, e no Centro Histórico, a contagem oficial de 1000 dias para o início da Copa do Mundo de Futebol, a ser disputada no Brasil em 2014.

As festividades tiveram no início bem cedo, às 8h da manhã, no Dique do Tororó, em frente ao local onde está sendo erguida a Arena Fonte Nova. Lá, com a presença do vice-governador Otto Alencar e do prefeito de Salvador João Henrique, foi inaugurado o relógio em forma de berimbau que fará a contagem regressiva para o Mundial.

No local, duas novidades foram anunciadas. Uma delas é a publicação do aviso de licitação para a contratação de execução das obras de licitação do Terminal Marítimo de Salvador, que acontecerá no dia 19 de outubro.

A outra novidade é a confirmação da vinda de quatro hotéis (Iberostar, Hilton, Fazano e Palace) cinco estrelas para Salvador. Segundo Leonel Leal, gestor municipal do escritório da Copa do Mundo, todos devem estar em funcionamento antes do início do Mundial.

No final da manhã, no evento realizado no prédio da sede da antiga Faculdade de Medicina do Brasil, diversas autoridades, incluindo o secretário estadual da Secopa (Secretaria Estadual para Assuntos da Copa do Mundo) Ney Campello, assinaram o protocolo de intenções com entidades da sociedade civil, iniciando o processo de preparação da cidade para a competição.

Entre as entidades, representantes da Câmara Municipal, Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac-BA), Federação Bahiana de Futebol (FBF), Associação Brasileira da Indústria de Hoteis (ABIH-BA), Associação Baiana de Imprensa, Associação Brasileira de Agências de Viagens da Bahia (Abav-BA), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Universidade Federal da Bahia.

Obras

Segundo o prefeito João Henrique, a expectativa é que todas as obras estejam prontas até o início da Copa. Para o prefeito, as obras só não serão concluídas no prazo caso haja interferência dos órgãos do “poder externo”, termo que utilizou para se referir às entidades fiscalizadoras.

“Não que sejamos contra o controle. Mas, quem virá para a Copa verá o Aeroclube no estado que está com as obras paradas? O metrô na Bonocô, há 11 anos parado? As reformas da orla não finalizadas porque a justiça federal não nos apresentou solução para as barracas de praia? Precisamos ter responsabilidade com os compromissos, com metas e prazos. E isso se resolve com diálogo”.

Já o secretário Ney Campello celebrou a conclusão de 25% das obras da Arena Fonte Nova e afirmou que, no ritmo atual, a obra será concluída dentro do prazo previsto, marcado para 31 de dezembro de 2012.

Campello se mostrou tão confiante no cumprimento do prazo que sugeriu a inauguração da Arena Fonte Nova em 29 de março de 2013, para servir de presente para Salvador no dia do aniversário da cidade.

Compartilhe:

Deixe seu recado