Salvador terá mais de 4 mil vagas temporárias

O mês de novembro é marcado pelo auge dessas contratações realizadas anualmente por segmentos como de varejo, hotelaria, restaurantes e supermercados.

De acordo com o SineBahia, em 2011, cerca de 4 mil ofertas foram disponibilizadas com este perfil para todo o período. Já este ano, a estimativa é de que o Sinebahia feche o período com um crescimento de 10%, oferecendo um total de 4.500 vagas temporárias para Salvador.

Entre os períodos do ano que apresentam contratações temporárias, é nesse que os profissionais admitidos permanecem mais tempo nas empresas e ampliam suas chances de efetivação. Quanto mais visto, mais chance o trabalhador tem de se garantir no emprego ao final do trabalho sazonal.

“A estimava de trabalhadores que permanecem é de até 25%. As contratações começam de maneira pontual em setembro, mas alcançam seu ápice geralmente entre a segunda quinzena de outubro e os primeiros quinze dias de novembro.”, explica o gerente do SineBahia, Moisés Frutuoso.

Por lei, para períodos temporários, é necessário que exista pelo menos um contrato de serviço, que traga garantias mínimas ao trabalhador. Já a assinatura da carteira, que geralmente está associada à contratação definitiva após o trabalho temporário, ocorre por necessidade da empresa e por mérito do funcionário.

“Quanto maior for o tempo desse contrato temporário, maior será o tempo de avaliação do empregador e, consequentemente, as chances de contratação definitiva. Na páscoa, por exemplo, as chances são um pouco menores, já que o tempo de trabalho é pequeno”, diz Frutuoso.

Segundo ele, lojas de calçados, eletro-eletrônicos, utilidades para o lar e vestuário são grandes contratantes para o período e também são onde os jovens conseguem as primeiras oportunidades de emprego.

“Outro segmento que mais demanda mão de obra sazonal, não apenas na capital, mas também na Região Metropolitana de Salvador (RMS), é o de supermercados. Eles respondem por cerca de 30% das vagas movimentadas no período.”

O gerente acrescenta também que os valores pagos pelas empresas contratantes oscilam entre R$ 622 e R$ 800. “No caso dos vendedores, que geralmente possuem outra remuneração variável por comissão, os ganhos podem ultrapassar R$ 2 mil”, disse.

Por fim, Frutuoso aconselha os candidatos a terem fluência verbal, boa postura e uma bagagem pessoal para conseguir sua primeira chance.

“Em geral, para concorrer às ofertas com este perfil, é preciso possuir o ensino médio completo, conhecimentos em informática, boa comunicação e, na maioria dos casos, experiência mínima de três meses na função pretendida”, explica Frutuoso.

Compartilhe:

Deixe seu recado