Selvageria é desrespeitar os comerciários

Na última semana a categoria realizou outras grandes mobilizações pelas lojas dos shoppings da Bahia, Lapa e Avenida Sete.

Os comerciários reivindicam o pagamento da inflação de 11.08%, com o retroativo a data-base do setor, em março, mais ganho real.

Uma nova rodada de negociação, aconteceu na tarde de 20/07/2016 e os patrões insistem em manter o desrespeito com os comerciários, com uma proposta indecente de 8%.

“Diante da intransigência dos patrões, os comerciários intensificarão a luta”, afirma o presidente Jaelson Dourado. Ele diz, ainda, que ao contrário do que fala o Sindilojas, “selvageria é o que os empresários estão fazendo com os comerciários de Salvador, negando-lhes o direito a um salário digno.

Durante essa semana, novas mobilizações acontecerão. “Não daremos sossego aos patrões, enquanto eles não apresentarem uma proposta decente”, disse Jaelson Dourado.

O presidente em exercício da Federação dos Comerciários da Bahia – FEC, Renato Ezequiel, também se posicionou: “Considerando que a data-base é março e estamos em julho, são cinco meses de retroatividade que os empresários estão devendo a você! Se considerarmos pelo piso de R$ 918, o patrão lhe deve mais de R$ 100 por cada mês. Na maioria dos casos, a dívida dos lojistas com cada trabalhador é de R$ 750”.

Compartilhe:

Deixe seu recado