Semana decisiva para o país

Ato do dia 15 de abril mobilizará Salvador e o Sindicato dos Comerciários estarão engajados nessa luta

O Sindicato dos Comerciários de Salvador se mantêm firme nessa batalha. “Nós, comerciários de Salvador, junto com outras categorias e outros trabalhadores, estaremos nesse dia 15, dia de luta e de manifestação, para exatamente paralisar o centro da cidade, vamos atuar para barrar esse golpe que está em curso em nosso país, não podemos permitir o golpe, pois será um retrocesso muito grande”, afirma Jaelson Dourado, presidente do Sindicato dos Comerciários. E diz mais: “Vamos ocupar as ruas nesse dia, e estarmos mobilizados para dizer que Não vai ter Golpe”, conclui.

Após os expressivos atos que aconteceram nos dias 18 e 31 de março em todo o país, o dia 15 de abril também ficará marcado em um grande ato de repúdio ao golpe e apoio à democracia. Adilson Alves, presidente do Sintrasuper, ressalta que a democracia deve prevalecer acima de tudo, para que haja o desenvolvimento do país.“Para que possamos vencer essa tal crise, tão propagandeada, que tem seus salários arrochados, os sindicatos, acompanhados com as centrais sindicais, está convocando os trabalhadores, e ao mesmo tempo se manifestando nessa sexta-feira, para ir às ruas, contra o golpe e em defesa da democracia”, disse o presidente.

O ato será precedido de uma entrevista coletiva à imprensa, na qual as lideranças do movimento estarão à disposição para falar sobre o momento político e as ações desenvolvidas em todo o estado, visando mobilizar a sociedade contra a aprovação do impedimento da presidente Dilma, sendo que a mesma não praticou nenhum crime. A mobilização segue até o domingo (17), dia da votação do impeachment, quando os movimentos sociais e populares organizam uma grande vigília em defesa da democracia a partir das 9h, no Farol da Barra. A ideia é reunir todo o movimento social e popular para acompanhar a votação do impeachment na Câmara dos Deputados.

Por Karoliny Lima da Ascom / Sincom

Compartilhe:

Deixe seu recado