Servidores administrativos da Ufba e UFRB encerram greve

Segundo informações de Paulo Vaz, coordenador jurídico do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos da Ufba e UFRB (Assufba), foi aceita a proposta de 15% de reajuste, divididos em aumentos de 5% nos anos de 2013, 2014 e 2015. A categoria também aceitou a alteração dos anexos 3 e 4 de qualificação e capacitação.

Os servidores estavam em greve desde o dia 18 de junho, obedecendo o prazo legal de três dias para paralisar as atividades após a decisão em assembleia realizada na Reitoria da Universidade Federal da Bahia (Ufba) três dias antes. A principal reivindicação dos servidores, na época, era o aumento do piso salarial de R$ 1.096 para três salários mínimos, o que corresponde a R$ 1.866.

A assembleia da UFRB, que foi orientada pelo Comando Nacional de Greve da FASUBRA (CNG/FASUBRA), ocorreu ontem no Palácio da Reitoria localizado no campus da cidade de Cruz das Almas.

Em nota, a coordenadora geral da Assufba, Aida Maia, informou que “as avaliações realizadas na assembleia indicaram que a proposta apresentada está abaixo do esperado. Entretanto, o cenário nacional de negociação não foi favorável a muitas categorias, de forma que decidimos aceitar a proposta atual como parte da luta rumo ao ideal traçado pela categoria”.

Compartilhe:

Deixe seu recado