Sexta é dia de tomar as ruas de Salvador contra o retrocesso

A primeira atividade será uma passeata, com concentração em frente à Reitoria da UFBA, no Canela, às 8h30, de onde sairá com destino ao Comércio, descendo a Ladeira da Contorno. A caminhada será finalizada com dois atos políticos: um no INSS, para protestar contra os ataques aos direitos previdenciários e outro em frente ao Banco do Brasil, alvo de desmonte pelo governo federal.

A segunda manifestação do dia, acontece às 15h, em frente ao edifício La Vue, na Ladeira da Barra, empreendimento alvo de negociatas envolvendo Geddel e ACM Neto, que vieram a público esta semana. As Frentes, em conjunto com os movimentos de moradia, vão protestar contra a corrupção e a impunidade no desgoverno Temer, e exigir punição rigorosa ao ministro Geddel Vieira Lima.

Todos os movimentos sociais devem participar das atividades, que fazem parte do Dia Nacional de Luta em Defesa dos Direitos e da Democracia.

A CTB Bahia está orientando as entidades filiadas que participem da mobilização desta sexta-feira, com a realização de protestos em suas bases sindicais e a presença nas atividades puxada pelas Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo.

Fonte: CTB Bahia

Compartilhe:

Deixe seu recado