Sindicato discute políticas afirmativas para as mulheres

O Sindicato dos Comerciários de Salvador participou na última sexta-feira (03/12) do III Encontro Estadual das DEAM’s (Delegacia Especial de Atendimento à Mulher), que teve como objetivo discutir as políticas afirmativas, no que tange a realidade das mulheres brasileiras na sociedade contemporânea. O evento aconteceu no auditório 1 da Cidade do Saber, em Camaçari, e apresentou a trajetória das DEAM’s no Estado. Assuntos como a Lei Maria da Penha, normas técnicas e rede de atenção às mulheres em situação de violência, desafios e perspectivas foram discutidos.

Na mesa, diversas autoridades trocaram experiências e debateram a criação da Coordenação das DEAM’s na Bahia. A Diretora do Departamento da Mulher do Sindicato, Cherry Almeida, participou das discussões com a Delegada Geral Adjunta da Policia Civil, Emilia Blanco, e a presidente da Câmara de Vereadores de Camaçari, Luiza Maia.

De acordo com a Delegada Titular da DEAM Periperi, Olveranda Oliveira, as delegacias especializadas em atendimento a mulher, pela sua especificidade, precisam de uma direção única com o mesmo segmento. “Nós elaboramos um documento e estamos encaminhando para o delegado chefe. Ele, na qualidade de Delegado Chefe, deverá distribuir às autoridades, que procederá as normas técnicas para a criação da coordenação no estado”, reitera a delegada.

Para Cherry Almeida, o evento é a demonstração de que é preciso ampliar o espaço de debate, devido a realidade de violência vivida pela mulher, um dos grandes problemas da contemporaneidade. “É preciso elaborar discussões de políticas que ampliem as DEAM’s na Bahia. Não podemos admitir que em um estado com 417 municípios tenhamos apenas 15 DEAM’s. Avançamos muito, se comparado a realidade de 10 anos atrás, mas continuaremos lutando por dias melhores”, afirmou a diretora.

Para a presidente da Câmara de Vereadores de Camaçari, escolhida para interceder nessa luta, ter consciência da realidade é o primeiro passo a ser dado para mudar essa realidade. “É preciso ter consciência dos problemas do nosso povo. O Sindicato dos Comerciários de Salvador, aqui representado por Cherry Almeida, fez um discurso muito bonito. Mostra que tem consciência dos problemas da sua categoria e que não cruza os braços. É de entidade assim que precisamos e de dirigentes sindicais como Cherry que queremos. Que amplie a luta e ajude no debate para melhorar a condição de vida do povo brasileiro. Foi isso que ela (Cherry) fez aqui”, fala Luiza Maia.

Na ocasião, a parlamentar aproveitou para pedir às mulheres que não percam a oportunidade que o país está vivendo, quando se referiu a quebra do paradigma de 2002 e 2010. “As mulheres tem que aproveitar esse crescimento, essa mudança. Primeiro, elegemos um operário, agora a primeira mulher presidente do Brasil. Temos que saber aproveitar esse momento, essa fertilidade desse terreno para que amplie realmente as nossas conquistas. Afinal de contas, os direitos humanos não podem ser direitos se não forem para todos”, enfatizou Luiza Maia.

Compartilhe:

Deixe seu recado