Sindicato realiza manifestações na Comercial Ramos e Dismel

O Sindicato dos Comerciários de Salvador esteve em manifestação na ultima sexta-feira (17/12) nas lojas Comercial Ramos e Dismel para protestar contra mais um abuso praticado pelas empresas. A novidade agora é o não pagamento dos direitos rescisórios dos trabalhadores demitidos. A estratégia das duas empresas é ganhar tempo encaminhando seus trabalhadores para a Justiça do Trabalho, que entrou em recesso Natalino e só retorna no próximo ano.

O Sindicato cobrou das empresas respeito àquele que promove o crescimento do setor, da economia e do lucro para os empresários e marcou uma reunião para o dia 21, às 11hs, com a Dismel. A Comercial Ramos preferiu negar aos seus colaboradores o direito de negociação, tendo em vista que não aceitou sentar para um acordo. “Uma falta de respeitos aos trabalhadores, que muitas vezes permanecem vários anos contribuindo com o crescimento da empresa. Nosso papel é manifestar publicamente e chamar a atenção da sociedade para esse tipo de empresário. Esperamos encontrar uma saída para esta situação na reunião que realizaremos com a Dismel, já a Comercial Ramos insiste em não tomar uma decisão. Estamos encaminhando para a Procuradoria Regional do Trabalho que irá tomar as providências cabíveis”, afirmou jaelson Dourado, Presidente do Sindicato. Tais trabalhadores, se depender das empresas, não poderão reunir a família na noite de Natal para confraternizar com dignidade e alegria, porque não sabem quando terão seus direitos pagos.

A construção civil vive um bom momento. Conforme informou a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) o Produto Interno Bruto (PIB) do setor cresceu 13,6% entre janeiro e setembro deste ano, e deve avançar 11% no acumulado de 2010, o que representará, se confirmado, o melhor resultado em 24 anos. “Demitiu tem que pagar! Essa é a posição do Sindicato dos Comerciários na defesa e valorização dos trabalhadores. Continuaremos com as mobilizações perante qualquer injustiça cometida contra os comerciários de Salvador”, completou Dourado.

Resultado da reunião

Na reunião realizada ontem (21/12) ficou definido que os comerciários demitidos serão encaminhados para a CINCOP, para que haja manutenção dos direitos trabalhistas.

Compartilhe:

Deixe seu recado