Supermercados oferecem 5% de reajuste, índice abaixo da inflação

Na terceira rodada de negociação com o setor de supermercados, nesta terça (06/04), os patrões saíram dos 3,5% e 4,5% de reajustes para 5% de aumento nos pisos salariais e 4% para os demais salários, respectivamente.

Ainda propuseram ajustar os prazos para compensar horas extras e dar as folgas pelo trabalho nos feriados, além de terem sugerido mudança no Dia dos Comerciários.

O SintraSuper destacou que os reajustes ainda estão abaixo do INPC referente a nossa data-base, que é de 6,22%. A entidade baixou a sua proposta de 7,3% para 7%. “Entendemos que o setor pode oferecer ganho real e que ajustes em algumas cláusulas podem acontecer desde que não prejudique a categoria”, afirmou a presidenta da entidade, Rosa de Souza.

Na mesa, a economista e coordenadora técnica do Dieese, Ana Georgina, mostrou que a economia precisa que a renda da população melhore para reaquecer. “É bom lembrar que, ao receber salários reajustados, os trabalhadores destinam grande parte dele no próprio setor de supermercados. Por tanto, conceder um reajuste significativo é bom para a categoria e para as empresas”, destacou.

A próxima reunião acontecerá no dia 20 de abril.

Compartilhe:

Deixe seu recado