Taxa de desemprego na Região Metropolitana chega a 17,6%

O resultado também foi impactado pela geração de 22 mil postos de trabalho. A População Economicamente Ativa em maio foi estimada em 1,992 milhão de pessoas contra 1,963 milhão em abril. De acordo com a coordenadora da pesquisa, Ana Margaret Simões, o número de ocupados subiu para 1,641 milhão de pessoas no mês de maio contra 1.619 milhão em abril.

“Registramos acréscimos no setor de Serviços que representa 17 mil pessoas a mais no comparativo entre maio e abril, perfazendo 937 mil pessoas trabalhando neste setor contra 920 mil em abril. No Comércio foram 8 mil postos de trabalho a mais ocupados, representando elevação de 3%, o que representa 272 mil trabalhadores em maio contra 264 mil em abril. Já a indústria registrou elevação em 3 mil ou 2,4% empregando 126 mil pessoas em maio contra 123 mil em abril.

Já a construção civil apresentou retração de 6 mil ou menos 3,9% no comparativo maio/abril. São 146 mil pessoas ocupadas neste setor em maio contra 152 mil em abril”, informa.

A pesquisa revelou ainda que em maio de 2012 foram identificadas1,121 milhão de pessoas assalariadas contra 1.099 milhão em abril de 2012 e 1.053 milhão em maio do ano passado. “Percebemos o aumento em 2% do contingente de trabalhadores assalariados em relação ao mês anterior e redução no setor público de 3%.

Também notamos acréscimo de 2,6% no setor privado com elevação do contingente de trabalhadores de carteira assinada em 26 mil no comparativo maio/abril”, avisa. A PED mostrou que o rendimento médio caiu em abril em 1,6% para ocupados e assalariados ficando em R$ 1.015,00 e R$ 1.116,00, respectivamente.

Compartilhe:

Deixe seu recado