Em manifestação, comerciários fazem barulho no Iguatemi

Os trabalhadores visitaram as lojas e levaram à categoria a pauta de reivindicações da campanha salarial 2014, que exige ainda: 13% de aumento; reajuste da alimentação (hoje é R$8,40); redução da jornada de trabalho sem redução de salários; auxílio creche; vale cultura; etc.

“Nenhum direito a menos! Vamos intensificar as ações e construir as paralisações no comércio de Salvador. Os patrões não querem sentar à mesa de negociações e a categoria precisa pressionar para fecharmos um bom acordo.”, afirmou Jaelson Dourado, presidente do Sindicato.

Compartilhe:

Deixe seu recado