Três grandes lojas de material de construção são autuadas pelo Procon

Nos estabelecimentos foram encontradas latas de tintas e selantes, sem a especificação da data de fabricação e outros problemas, produtos sem preço visível, com data de validade ilegível e até com prazo de validade vencido, como luminárias, lâmpadas, chuveiros e barras de toalha de banho.

O superintendente do Procon-BA, Ricardo Maurício Freire Soares, informou que o objetivo da ação foi verificar se as lojas de material de construção estão cumprindo com as normas previstas pelo Código de Defesa do Consumidor.

Compartilhe:

Deixe seu recado